A aventura das palavras... das palavras... as palavras... as palavras

A aventura das palavras... das palavras... as palavras... as palavras
São o chão em chamas onde as lavras

terça-feira, junho 08, 2010

Segundo Cálice



Antes do verbo o nosso aceso referir de alianças siderais
Correntes de água renovadora dessa onda sufixa às olaias
Habitáculos exclusivos da liberdade escrita nestes anais
A medir arestas reflexas ao tanger isolado néctar das sericaias.

Osculo teu ventre e deponho meus ternos lábios e fiéis
Tributos sagrados do amplexo redentor à ampla amplidão
Estelar aos sonhos alegres risonhos da acção, sentimentos
Unificada em teus gestos de catalogar papéis, documentos




Notas de rodapé, informações imprescindíveis, signos preciosos
Ordenar alfabetos, cruzar conhecimentos novos e ancestrais
Moderar influências, riscos, atitudes menos harmoniosas
Esquecidos solfejos de Arina nas rosas acesas dos cristais…

2 comentários:

Úrsula Avner disse...

Olá caro escritor, agradeço seu carinho lá no meu cantinho. Suas postagens suscitam reflexão em apurados textos. Um abraço.

j maria castanho disse...

É bom saber que aprecia os meus textos, porquanto também nutro pelo seu cantinho uma enorme simpatia, apenas comparável à afeição que me suscita. Obrigadão. Que A Estrela esteja sempre iluminando seu sorriso!